domingo, 10 de outubro de 2010

buscar o equilíbrio

imagem: toalha para altar budista

Cada um é para o que nasce? “Depende...”, diria o sábio chinês. Cada um tem dons e possibilidades que o ligam a um dos cinco temperamentos: Madeira (o criativo), Fogo (o líder), Terra (o prático), Metal (o guerreiro) e Água (o sábio). Na verdade, somos um pouquinho de cada um, embora um deles sempre prevaleça. Se ficar excessivo, alguns toques leves do feng shui e outras artes do cuidado podem contrabalançar... Sempre é tempo de mudar, sempre podemos melhorar...

A pessoa Madeira é como uma árvore que se desdobra em muitos ramos de interesse. Criativo, atua com entusiasmo. Às vezes, cai no nervosismo ou no oposto, a apatia. Contra a agitação, que tal encher a casa de plantas, que descarregam as tensões? Ou caminhar pelos parques, abraçar as velhas árvores e plantar outras novas (www.ummilhao
dearvores.org.br
)?

Se a depressão for o caso, evite a imobilidade, mude os móveis e os quadros de lugar. Para complementar o feng shui, carregue consigo, ou deixe sob o travesseiro, um quartzo verde (traz equilíbrio), espalhe pela casa aromas de hortelã (dissolve o negativo) ou consiga um vaso com a árvore da felicidade (estimula uma suave expansão). Lembre-se deste provérbio chinês: “A não ser que exista o vento contrário, a pipa não poderá voar”.

Quem é como o Fogo irradia calor, brilho e vive com dinamismo. Enxerga longe e, por isso, é capaz de grandes realizações. Mas o Fogo intenso pode queimar, causar insônia, hiper-atividade, hiper-sensibilidade, con flitos... Para melhorar esse quadro, reduza o uso da TV e dos computadores. Evite cores quentes e, na refeição, os estimulantes, como o café e o álcool. Retire da casa o que for excessivo e as pinturas distorcidas.
Limpe e ordene os ambientes. Escolha entre um quartzo rosa (equilíbrio emocional), aromas de alecrim (alegria) ou vasos de violeta (fortalece os nervos, transmuta o negativo). Viva um momento de cada vez. “Ficar ansioso pelo que falta é perder o que já se conquistou.”

O temperamento Terra é como um solo estável. Não gosta de devaneios e tem aspirações bem práticas. Responsável e disciplinada, a Terra pode se tornar pesada como a montanha se estiver sobrecarregada com preocupações, com o passado ou com a monotonia. Para reverter o caso, libere o que não lhe serve mais. Evite as cores bege e marrom. Escolha entre um quartzo incolor (purifica e vitaliza), aroma de eucalipto (estimula a vontade) ou um vaso de crisântemos (brilho e longevidade). Deixe a casa e a vida mais leves... “Não há riqueza maior do que um corpo sadio e um coração feliz.”

A pessoa do tipo Metal carrega a espada de um guerreiro. Batalhador incansável, exige o máximo de si e tam bém dos que o rodeiam. Nem fracassos nem obstáculos conseguem desviá-lo de suas metas. Mas a espada que abre caminhos também pode ferir... Contra a rigidez do Metal, evite uma casa impessoal e ordenada demais, as paredes e os ambientes vazios. Acrescente cores, flores e amores, uma turmalina rosa (aquece o coração), o aroma de canela (estimulante), um vaso de orquídeas (beleza, sabedoria). “Aprenda a ser como o rio, que contorna os obstáculos.”

Quem tem as qualidades da Água é profundo, sensível, suave e fluido no relacionamento. Intuitivo, costuma ter ótimas idéias. Mas, se estancar o fluxo, a Água apodrece em medos, insatisfações, vícios (até em trabalho), ficando cheia de dores e depressões... Para contrabalançar, evite a estagnação no ambiente: bagunça, sujeira, velharias e cores frias ou escuras. Invista no autoconhecimento com a ajuda da ametista (regenera a mente), do aroma e dos arranjos de rosas (antidepressivos). Coragem, “é preciso experimentar a vida para ganhar conhecimento”.
Fizemos uma terapia da casa, buscamos corrigir o curso da vida com o apoio do ambiente, mas não podemos esquecer: é em si mesmo que está a chave da transformação, cada um tem o poder dessa decisão...
Carlos Solano - revista Bons Fluidos

Nenhum comentário: